Le Mans introduz corridas de carros a hidrogénio

Apesar das corridas de automóveis serem mal vistas a nível ecológico, graças ao excessivo consumo de combustível dos automóveis e aos altos níveis de poluição sonora, as 24 horas de Le Mans vão introduzir em 2024 carros movidos a hidrogénio, com o projeto Mission H24.

No âmbito das corridas de automóveis já temos carros elétricos na Fórmula E, carros de um lugar como os da Fórmula 1 mas com baterias e motores elétricos, silenciosos e que não produzem emissões de CO2. Porém, este tipo de tecnologia só é adaptável a corridas curtas (com menos de 1 hora) pois não só têm pouca autonomia como não conseguem carregar tão rapidamente as suas baterias.  Assim, não conseguem fazer corridas longas e mais exigentes (como as 24 horas de Le Mans).

O hidrogénio e a célula de combustível resolvem o problema do carregamento rápido e continuam sem produzir CO2, pois produzem apenas vapor de água. O Projeto Mission 24h está a ser conduzido pela ACO, o orgão responsável pela organização da corrida, em conjunto com a GreenGT. Um primeiro protótipodo carro tinha sido começado em 2013 mas não ficou pronto a tempo e nunca foi usado em competição.

Apesar de nunca ter sido usado, a ACO e a GreenGT não queriam deixar o projeto morrer, e com marcas como a Honda e a Hyundai, a organização da Le Mans está agora a desenvolver um protótipo que se estreou com uma volta de demonstração em Spa-Francorchamps, na Bélgica. O protótipo tem 4 células de combustível, pesa 1420 kg e o motor elétrico atinge os 650 cv de potência.

 in  Motor 24

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.